Logo Dealernet

Big Data: 5 formas inteligentes de aplicar na gestão de concessionária

Big Data: 5 formas inteligentes de aplicar na gestão de concessionária

Compartilhe:

Cada vez mais, as concessionárias buscam meios digitais inteligentes de aplicação para melhorar a gestão como um todo. Nessa linha, uma ferramenta bastante utilizada aparece como fundamental: o Big Data.

Com o crescimento exponencial de dados e informações a serem tratados, fica muito mais difícil realizar a análise manual; por isso, automatizar as ações é a melhor forma de garantir uma gestão mais precisa e eficaz.

Pensando nesse importante fator de administração, escrevemos este artigo com o intuito de orientar sobre as melhores práticas de ferramentas de Big Data. O que é e quais as 5 principais aplicações dessa tecnologia? É o que veremos agora. Confira!

Como funciona o Big Data na gestão de concessionárias?

Big Data — ou “grande volume de dados”, em tradução livre — é uma tecnologia utilizada para coleta de extensas quantidades de informações para posterior tratamento e análise por parte de gestores.

Há, também, o conceito de Big Data Analytics, que engloba soluções para o processo de coleta, estruturação e análise de dados com o intuito de identificar tendências, padrões e informações de base para auxílio à tomada de decisão.

O uso de Big Data no universo do varejo, como as concessionárias, já não é uma tendência, mas uma realidade. Mais especificamente nesse ramo, esse tipo de tecnologia permite conhecer mais a fundo o consumidor, atrair e engajar novos clientes, promover atendimento omnichannel, identificar tendências de consumo e outras funcionalidades cruciais.

Um estudo sobre ecossistema de carros conectados revela que os serviços representarão em torno de 40 bilhões de dólares em receita até 2020 em vários países. Isso reflete intensamente na gestão de concessionárias, pois eleva muito o número de dados e informações tecnológicas a serem administrados.

A tecnologia de Big Data funciona justamente para auxiliar o gestor nessa demanda, permitindo o controle de volumes gigantes de dados estruturados, não estruturados e semiestruturados. Além disso, a ferramenta também é utilizada para gerar soluções, métodos e serviços para extração de informações úteis e apoio a decisões estratégicas.

Carros híbridos, elétricos, autônomos e conectados são algumas das denominações que surgem em projetos atuais e futuros. A conectividade desses automóveis deve ser dominada por toda a indústria automobilística; por isso, a utilização da tecnologia Big Data será fundamental para que a concessionária se antecipe ao futuro e garanta uma gestão tecnológica mais segura.

Quais as principais aplicações de Big Data na gestão de concessionárias?

O uso completo da solução de Big Data é subdividido em recursos para melhor compreensão e aplicação prática da inteligência. Essas subdivisões funcionam como ferramentas administrativas que garantem a perfeita implementação de uma solução Big Data. Acompanhe agora as principais aplicações.

1. Análise de dados

A análise de dados em Big Data é interessante para a gestão de concessionárias, pois pode oferecer uma série de insights para toda a organização. O tratamento de dados antigo — manual ou por planilhas eletrônicas — dificultava muito a integração, o relacionamento e o pensamento de gestores sobre as melhores estratégias para a tomada de decisão.

Esse grande volume de dados auxilia ao englobar todas essas informações e criar algoritmos para agilizar as pesquisas. Além disso, o gestor obtém sistemas e ferramentas de visualização mais interativos, que facilitam didaticamente a compreensão dos dados.

O gestor se beneficia desses recursos e melhora expressivamente sua elaboração de planejamentos estratégicos de base para tomadas de decisão, otimizando a gestão do negócio como um todo.

Com o aumento do volume dados, o gestor também ganha em potencial para buscar o amadurecimento da administração. Todo esse aparato informativo favorece ações que trazem competitividade e até a possibilidade de superação de concorrentes mais fortes.

2. Definição de preços e períodos de promoção

Por meio da solução de Big Data, também é possível criar fluxos de receita e obter insights ao observar tendências. Nessa perspectiva, a ferramenta auxilia na definição de preços e fornece informações consistentes para o estabelecimento de períodos de promoção.

Isso é possível, pois a ferramenta permite identificar períodos de tendência de consumo por meio de históricos de compras. Essa percepção dá embasamento aos gestores na escolha das datas e produtos adequados para promover esses estímulos.

3. Identificação de produtos mais vendidos e perfil de compra do consumidor

O extenso volume de dados engloba o controle do perfil de compra de consumidores. Por meio do controle de cada registro, é possível identificar produtos com maior demanda e trabalhar estratégias que se beneficiem dessa atratividade.

A observação do perfil do cliente também ajuda a melhorar a experiência de pós-venda. Dessa forma, o relacionamento é mantido, e as estratégias de marketing e vendas garantem o contato para envio de novas mensagens, promoções e ofertas em datas comemorativas, aumentando a possibilidade de novas vendas ou indicações da marca para amigos e parentes.

4. Análise de riscos do negócio

As análises obtidas em tecnologia Big Data auxiliam na tomada de decisões para gestão de compras de veículos, entre outras funcionalidades. Também é possível analisar riscos de negócio considerando fatores sociais e econômicos.

Já a análise preditiva, também explorada pelo Big Data, permite escanear e perscrutar relatórios de mercado, além de feeds de mídia social. Por essa análise, é possível acompanhar constantemente as últimas ações do setor e seu ambiente.

Outros testes e avaliações, como da saúde financeira da organização em relação a clientes e fornecedores, também são trabalhados pela solução Big Data. Dessa forma, é possível tomar medidas mais acertadas em casos de inadimplência, por exemplo.

5. Aprimoramento do processo de comercialização de veículos

O histórico financeiro de clientes e potenciais clientes auxilia em práticas e estudos que identificam preferências por meio da análise de dados demográficos e geográficos. A partir disso, é possível estabelecer esquemas de financiamento adequados aos padrões do público-alvo e melhorar o fechamento de negócios.

Além do Big Data, outras ferramentas estão surgindo e auxiliando o gestor no controle de dados e informações organizacionais. Dominar esse assunto é premissa fundamental para um administrador de excelência. Não deixe de aplicar essas práticas e busque sempre alternativas inteligentes de implementação e controle da ferramenta.

Para ter acesso a outros conteúdos sobre assuntos importantes como este, assine nossa newsletter no menu à sua direita e receba antecipadamente todas as novidades do nosso blog!

POSTAGENS RECENTES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo
© 2021 DEALERNET. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Av. Santos Dumont, Nº 6061, Edf. André Guimarães Helitower, Salas 722 a 724 Portão, CEP: 42712-740 Estrada do Coco – Lauro de Freitas
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram